november 2019

Multiple sclerosis in adults: management

Speciality

Neurology

Guideline do National Institute for Health and Care Excellence sobre abordagem clínica da Esclerose Múltipla. Elaboram recomendações que podemos encontrar na secção 1 do documento. Abaixo as recomendações que se consideram de implementação prioritária Diagnóstico de Esclerose Múltipla - Não diagnosticar a EM com base apenas nos achados de ressonância magnética. [1.1.5] - Encaminhar pessoas com suspeita de EM a uma consulta de neurologia. Fale directamente com o neurologista se você achar que uma pessoa precisa ser atendida com urgência. [1.1.6] - Apenas um neurologista consultor deve fazer o diagnóstico de EM com base em critérios atualizados e estabelecidos, como os critérios de McDonald, após: avaliar se os episódios são consistentes com um processo inflamatório; excluir diagnósticos alternativos; estabelecer que as lesões se desenvolveram em momentos diferentes e estão em diferentes localizações anatómicas para um diagnóstico de EM surto-remissão; estabelecer deterioração neurológica progressiva ao longo de 1 ano ou mais para um diagnóstico de EM progressiva primária. [1.1.7] Informação e suporte: O neurologista deve garantir que as pessoas com EM e, com seu consentimento, os seus familiares ou cuidadores, recebam informações orais e escritas no momento do diagnóstico. Isso deve incluir, mas não se limitar a, informações sobre: - o que é esclerose múltipla - tratamentos, incluindo terapias modificadoras da doença - gestão de sintomas - grupos de apoio, serviços locais, serviços sociais e instituições de caridade nacionais e como entrar em contato com eles - requisitos legais (capacidade de condução?) e direitos legais, incluindo assistência social, direitos trabalhistas e benefícios. [1.2.2] Ofereça à pessoa com EM uma consulta de acompanhamento presencial com um profissional de saúde com experiência em EM, a ser realizada dentro de 6 semanas após o diagnóstico. [1.2.4] Coordenação dos cuidados de saúde Cuidar de pessoas com EM através de uma abordagem multidisciplinar coordenada. Envolva profissionais que possam melhor atender às necessidades da pessoa com EM e que tenham experiência na gestão de EM, incluindo: - neurologistas consultores - Enfermeiras especializadas em EM - fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais - fonoaudiólogos, psicólogos, nutricionistas, especialistas em assistência social e continência - médico de família Gestão e reabilitação de sintomas de EM Considere programas de exercícios supervisionados envolvendo treinamento de resistência progressiva moderada e exercícios aeróbicos para tratar pessoas com EM que têm problemas de mobilidade e / ou fadiga. [1.5.11] Tratamento de recidiva aguda de EM com coritcoesteróides Ofereça tratamento para recidiva de EM com metilprednisolona oral 0,5 g ao dia por 5 dias. [1.7.7]

Content curated by

DR

David Rodrigues

david.rodrigues@evidentiamedica.com

Evidentia Médica