june 2020

Low-cost dexamethasone reduces death by up to one third in hospitalised patients with severe respiratory complications of COVID-19

Speciality

Public health medicine

Notícia positiva no que a tratamento da COVID-19 diz respeito. Estudo RECOVERY coordenado pela Universidade de Oxford, no qual se está a tentar avaliar quais as melhores formas de tratar a Covid-19, verificou-se que a dexametasona, reduziu a mortalidade em doentes com suporte respiratório. De acordo com o press-release do grupo de investigadores, a Dexametasona parece reduzir mortalidade na COVID-19 em 35% (redução relativa) em doentes ventilados - NNT 8 e 20% (idem) doentes com suporte de oxigénio - NNT 25. Reportam ainda que não verificaram benefício nos doentes q não necessitaram suporte respiratório. Sendo positivo, está longe de ser uma cura ou um medicamento que impede o desenvolvimento da doença (neste campo damos conta de um estudo do NEJM em que a hidroxicloroquina volta a decepcionar). A pandemia tem-nos ensinado que anúncios demasiado precipitados podem ter consequências nefastas pelo que aguardemos pelo artigo para analisar com mais detalhe.

Content curated by

DR

David Rodrigues

Evidentia Médica