march 2020 • European Journal of Internal Medicine

Active smoking is not associated with severity of coronavirus disease 2019 (COVID-19)

Giuseppe Lippia, Brandon Michael Henry

DOI: 10.1016/j.ejim.2020.03.014

Key message

Os resultados preliminares desta meta-análise baseada em doentes com COVID-19 chineses aponta para a não existência de associação entre o tabagismo ativo e o aumento do risco de gravidade da doença.

Analysis

Population

1399 Doentes com COVID-19. Exposição: Fumadores ativos

Method

Revisão sistemática com meta-análise de estudos que incluíram doentes com COVID-19, fumadores e com referência à gravidade da doença. A pesquisa foi realizada através de várias bases de dados electrónicas e reviram ainda as referências dos artigos originais. Não é descrita a forma como foi realizada a seleção e avaliação dos artigos entre os autores, nem apresentada uma avaliação da qualidade metodológica dos mesmos. Não há referência a análise de viés de publicação. Os resultados são apresentadosd através de uma meta-análise.

Results

Foram incluídos 5 estudos na meta-análise, num total de 1399 doentes com COVID-19, dos quais 288 (20.6%) apresentaram doença grave. Na avaliação individual, apenas um estudo verificou que o tabagismo ativo seria um preditor significativo para a gravidade da COVID-19, enquanto nos restantes estudos a associação não foi estatisticamente significativa. No global, a associação entre o tabagismo ativo e aumento da gravidade da COVID-19 não foi significativa: OR 1.69 (IC 95% 0.41-6.92), com uma heterogeneidade moderada, I2: 38%.

Abstract

In the ongoing coronavirus disease 2019 (COVID-19) pandemic, some unique clinical features have been described. In a report of 44,672 cases from China, a case fatality rate of 2.8% for males versus only 1.7% for females was observed. It has been hypothesized that this may be due a higher prevalence of comorbidities among males, in particular the rate of smoking, which is reported to be 52.1% in men and 2.7% among women in China. However, decreased levels of angiotensin converting enzyme 2 (ACE2), the reported host receptor of the virus responsible of COVID-19 (severe acute respiratory syndrome coronavirus 2; SARS-CoV-2), are observed in smokers.