march 2020 • Journal of Dermatological Treatment

Should patients stop their biologic treatment during the COVID-19 pandemic

Bashyam AM, Feldman SR

DOI: 10.1080/09546634.2020.1742438

Key message

Em relação ao uso de terapêutica biológica em doentes com psoríase, não existe evidência que mostre um aumento de risco ou morbilidade relativamente à COVID-19. É recomendado monitorizar estes doentes conforme as suas co-morbilidades e situação específica. Não esquecer a recomendação daquilo que sabemos ser importante: correta higiene das mãos e respiratória e distanciamento social, medidas que reduzem eficazmente a taxa de infeção.

Analysis

Method

Editorial com revisão teórica sobre o tema, baseada nas experiências anteriores em infeções SARS-CoV e H1N1

Results

Corticóides sistémicos não estão recomendados pelo CDC durante a fase aguda, uma vez que poderá prolongar a duração do vírus. No entanto, a inibição dirigida provocada pelo TNF-alfa poderá eventualmente modular a tempestade de citocinas presente na COVID-19 e reduzir a lesão alveolar. Está a decorrer de momento um ensaio clínico para avaliar o uso de adalimumab no tratamento de pneumonia grave a COVID-19.Relativamente aos antagonistas da IL-17 e IL-23 também não existe evidência clara que a terapêutica aumente a taxa de infeção por vírus, nem dados acerca da COVID-19 especificamente. Ainda assim, em doentes já infetados hipoteticamente poderá haver um efeito paradoxal e eventualmente agravar a doença.Apesar da escassa evidência existente, existem clínicos a aconselhar os seus doentes a suspender temporariamente o tratamento, além de doentes que o suspenderão independentemente da decisão do clínico. Estas medidas poderão levar a um agravamento da patologia de base e eventualmente levar ao desenvolvimento de anticorpos contra o fármaco.

Abstract

The novel coronavirus (SARS-CoV-2) that causes COVID-19 has now reached all corners of the world, and our psoriasis patients are asking what this means for them. Even beyond preventing and controlling nosocomial infection in our clinics, our treatment decisions must consider the current situation. Patients are asking whether they are at higher risk of being infected, whether they are at a higher risk of severe disease after being infected, and whether they need to discontinue their biologic treatment preemptively...